Atuação parlamentar busca contribuir para a melhoria na pesca artesanal de tainha em Itapema

Jean Idimar da Silva 15:43 - 27 JUN 2019

COMPARTILHE

Foto: Joyce Reinert - ND

foto: Joyce Reinert - ND

Depois de 28 dias de espera, chegaram ao nosso litoral os tão esperados cardumes de tainha. Mais de 5.000 delas foram capturadas só na tarde desta segunda-feira (24/06). A boa notícia para a economia local demonstra que a tradição da pesca artesanal da tainha se mantém viva na região litorânea de Santa Catarina. Pensando nisso, o vereador Jean Idimar (MDB) de Itapema, indicou à Prefeitura a realização de ações que venham contribuir para o trabalho dos pescadores da cidade.

Por meio da Indicação N° 691/2019, o parlamentar cobrou a implantação de mais placas em toda a Orla da praia de Itapema, com os informes sobre a proibição da prática de esportes náuticos durante o período de pesca da tainha. “A pesca artesanal é uma tradição a ser mantida, mas a falta de divulgação faz com que algumas pessoas pratiquem esportes náuticos neste período. Com maior publicidade, mais pessoas serão conscientizadas e poderão colaborar com os pescadores artesanais de nossa cidade”, afirmou o vereador.

A Indicação foi aprovada na Sessão Ordinária de terça-feira (25), e encaminhada à Prefeitura de Itapema. Vale lembrar que a Lei Municipal N° 2479/2007 proíbe a prática de esportes náuticos durante o período de pesca da tainha.

 

Calendário de pesca da Tainha

Durante os dias 01 de maio a 15 de julho acontece oficialmente a pesca artesanal da Tainha em Santa Catarina. Em Itapema, a tradição atravessa gerações e vários pescadores mantém o sustento familiar com essa prática. É comum passar pela orla e observar os pescadores, que mantém os olhos atentos ao mar, aguardando uma boa safra do saboroso pescado. Itapema possui cinco pontos permitidos para a pesca: Canto da praia; Centro e três pontos localizados no bairro Meia Praia.